Artigos, Youtube

Dívida de Cheque Especial | Como se libertar?

Sending
User Review
5 (1 vote)

Dívida de cheque especial é uma das modalidades de dívidas mais comuns entre os brasileiros. Mas como ela impacta na vida das pessoas? O que fazer para se libertar dela?

São algumas das perguntas que eu respondo ao longo deste artigo. Então, fica comigo até o final enquanto eu te explico como se libertar da dívida de cheque especial.

Assista ao vídeo abaixo da Live que eu fiz para falar exatamente desse assunto:

Aula ao vivo apresentada sobre Dívida de Cheque Especial

Por que é importante se libertar do cheque especial?

Recentemente o Governo Federal conseguiu aprovar um limite máximo de juros a ser cobrado no cheque especial. E a modalidade de crédito que costumava quadruplicar a dívida da pessoa em apenas um ano, agora só multiplica por duas vezes e meia.

É uma dívida que consome muito do seu dinheiro, 8% ao mês de juros pró rata. Isso significa uma cobrança de juros anuais da ordem de 251,82%. Se você usar R$1.000,00 do seu cheque especial e deixar de pagar por um ano. Ao final desse ano você estará devendo a bagatela de R$2.518,17, fora as taxas e tarifas.

É por isso que você vive sem dinheiro

Se você costuma ficar devendo no cheque especial e não sabe porque vive sem dinheiro, está aí a resposta. O seu dinheiro vai todo embora para pagamento de juros e você nem se dá conta. Não tem ideia de quanto dinheiro isso representa. Porque fica pensando na taxa de 8% como sendo algo que dê para pagar.

NÃO DÁ PARA PAGAR! Não existe a menor possibilidade de você conseguir pagar 251,82% de juros ao ano. E enquanto você não aceitar esse fato e não decidir fazer algo a respeito, vai continuar sem dinheiro para nada.

Dívida de cheque especial | O que fazer para se libertar?

Se você se convenceu de que precisa parar de cheque especial, para começar a ter dinheiro, eu tenho algumas dicas para te dar. Agora, se você ainda não está sentindo dor no bolso, pode fechar esse artigo. Porque eu vou falar coisas aqui abaixo que vão doer. E só vai fazer sentido para você, se o problema da falta de dinheiro e endividamento crônico, estiver realmente te incomodando.

Puxe rápido para doer menos

A primeira dica que eu tenho para te dar é: “Puxa rápido que dói menos!”
Sabe cera de depilar? Se você pode ficar puxando aquilo devagar, sentindo pequenas dores a invés de puxar tudo de uma vez. A consequência é que você acaba sofrendo mais e por mais tempo. É por isso que depiladores puxam aquilo rápido (ouvi dizer e vejo na TV, porque não tenho coragem para isso…)

A soneca no despertador

Tem também a ideia do efeito “soneca do despertador”. Eu tinha dificuldade para acordar às 7h para ir trabalhar alguns anos atrás. Eu colocava o despertador do meu lado. E quando tocava eu ia apertando o soneca, acrescentando 10 minutos até o horário limite.

Isso me fazia sair de casa atrasado, cansado, estressado, irritado e eu tinha dias péssimos. Qualquer problema mínimo que eu enfrentava ao longo do dia, virava uma tempestade. Eu reagia desproporcionalmente com as pessoas, porque vivia de mau humor. Tudo porque começava os meus dias da forma errada, para evitar a dor de levantar cedo da cama, de uma só vez.

Hoje eu acordo 5 horas da manhã e o meu despertador fica do outro lado do quarto. Quando ele começa a tocar eu dou um salto da cama para não acordar a minha mulher. Desperto mais rápido, tenho tempo para fazer minha meditação, meus estudos. Tenho dias mais produtivos e menos estressantes.

Pare de evitar a dor e puxe rápido

Enquanto você tentar evitar a dor de não ter o cheque especial para lidar com as emergências, a sua vida vai continuar estressante, cansativa. E você vai continuar tendo dias péssimos de mau humor, ao ver que você nunca tem dinheiro. Afinal você paga 251% ao ano de juros para manter o seu cheque especial. Porque não quer passar pela dor de resolver seu problema de falta de dinheiro de outra maneira. Qual maneira, leia este artigo até o final.

O contrário do cheque especial é uma reserva especial

Cheque especial é uma reserva ao contrário. Porque sempre que você pega dinheiro de lá, precisa devolver muito mais dinheiro para lá depois.
Por que, ao invés de ter cheque especial, você não tem uma reserva? Eu detesto a ideia de reserva de emergência. Porque quando a gente determina que um dinheiro é reservado para emergências, a gente programa a mente para buscar emergências para usar aquele dinheiro.

Mas se você começa a formar uma reserva, naturalmente você vai se libertar da dívida do cheque especial. Porque cheque especial é quando pegamos dinheiro do pote do outro, para resolver nossas emergências. Uma reserva possibilita que você pegue dinheiro do seu próprio pote. Embora eu não recomende que se pegue dinheiro de reserva para lidar com emergências.

Já diz o DR. Lair Ribeiro: “Falta de dinheiro se resolve com ideias!” Gravei uma Live no Projeto 707 para falar sobre isso: “Como resolver problemas se criar mais dívidas!” Recomendo que você assista para parar de criar mais dívidas a cada nova emergência.

Então, quer se livrar do cheque especial? Comece agora a fazer uma reserva financeira! Como? Leia até o final…

Não troque de modalidade de crédito!

Falo sobre isso praticamente em todas os meus conteúdos, para ver se eu consigo fazer a ficha cair na cabeça das pessoas. Tentar trocar de dívida para reduzir o custo financeiro é burrice!

Sempre que você renegocia ou troca de dívidas, você aumenta instantaneamente a dívida. Ao passo que, se você deixar ela rolar, ela aumenta gradualmente.

Então eu afirmo com todas as letras e desafio qualquer matemático que quiser me provar o contrário. Você paga muito mais no final, quando tenta trocar uma dívida por outra mais barata. Do que deixando de pagar essa dívida e acertando tudo no futuro.

Inclusive essa é a base da minha metodologia de libertação das dívidas. Que eu ensino através do meu curso online e do meu eBook Mentalidade Credora. Você pode adquirir o meu eBook clicando neste link.

Ou pode aguardar a abertura das inscrições para a próxima turma do meu programa avançado, o Programa Mentalidade Credora. Para aprender comigo o passo a passo para se libertar da sua dívida. Conseguindo entre outras coisas, até 95% de desconto para pagamento delas, sem negociar com seus credores.

Você pode fazer a sua pré-inscrição para obter informações quando eu for abrir a próxima turma do curso, se inscrevendo neste link.

Por que descontos sem negociar?

Afinal, porque eu falo tanto em conseguir descontos de 95% nas dívidas, sem negociar. Porque quando você negocia, você multiplica a dívida instantaneamente e dificulta ainda mais a sua libertação dessa dívida. Dá só uma olhada nesse conteúdo onde eu explico porque quando você renegocia uma dívida ela se multiplica.

Então: NÃO SAIA DO CHEQUE ESPECIAL PARA OUTRA MODALIDADE DE CRÉDITO! Porque isso vai te trazer ainda mais problemas de falta de dinheiro no futuro.

Como parar de usar o cheque especial?

Como então como eu paro de usar o cheque especial. Se não tenho dinheiro para pagar o que devo e não posso trocar por outra dívida? Puxa de uma só vez!

Cubra a conta quando entrar dinheiro e manda cancelar o cheque especial! E dá um recado para a sua mente inconsciente de que não tem mais essa de ficar apertando a soneca.

Quando faltar dinheiro para fazer algo, você vai parar para pensar no que fazer para resolver o que precisa resolver. Isso, sem usar o cheque especial, porque ele não estará mais disponível.

50 ideias para conseguir dinheiro

Tem uma dinâmica que eu gosto muito, que ajuda na reprogramação dos nossos maus hábitos em relação a dinheiro. Você pega uma folha de papel, numera 50 linhas e escreve no título: “50 ideias para conseguir dinheiro para X de forma legítima”.

Em seguida você escreve 50 linhas com ideias, das mais simples às mais complexas. Das mais possíveis de serem executadas às mais absurdas que você puder imaginar. Não critique suas ideias, pois a genialidade surge de pessoas simples, se esforçando para encontrar soluções para problemas complexos.

Preencha a folha com 50 ideias diferentes e escolha não mais do que 3 para começar imediatamente. Você certamente encontrará muitas ideias absurdas e impraticáveis. Mas você só precisa de uma boa ideia para mudar de vida, entende?

Pratique esse processo consistentemente durante 1 mês e você terá programado a sua mente inconsciente, para te ajudar a resolver problemas de forma natural, sem nunca mais depender do crédito novamente.

Ideia bônus para ganhar dinheiro

Se você me acompanha por aqui é porque você me encontrou em alguma mídia social. Isso significa que você tem internet e que você navega nas mídias sociais. Esses são dois recursos fundamentais para quem quer ganhar dinheiro.

Por que não diminuir 15 minutos do tempo que você costuma gastar navegando nas mídias sociais, para pesquisar “formas de ganhar dinheiro em casa pela internet”?

Faça a pesquisa e descubra que são mais de trinta milhões de resultados. Mais de trinta milhões de ideias! Uma delas pode ser a que você precisava para mudar de vida. Você só precisa dedicar 15 minutos daqueles que você jogava fora, vigiando a vida dos outros na rede. rsrsrs

Quem quer dá um jeito…

Tem um mentor meu que diz: “Quem quer dá um jeito, quem não quer dá uma desculpa!” Esse comentário é para essa voz que está falando na sua cabeça agora.

“Isso não é para mim!”, “Não entendo nada de internet!”, “Não vai ter nenhuma ideia que resolva o meu problema!”, etc..

Se você, sempre que se deparar com a falta de dinheiro, começar a fazer a dinâmica das 50 ideias, o seu inconsciente vai ser reprogramado. Ao invés dele recorrer sempre ao caminho mais fácil para resolver as coisas, usando crédito. Você vai naturalmente ter melhores ideias e mais facilidade para conseguir dinheiro para pagar ou fazer o que você precisa.

Espero que este artigo te ajude a se libertar da sua dívida de cheque especial. E se isso acontecer, escreva para mim contando como foi isso. São os depoimentos das pessoas que se libertam das dívidas, que me alimentam para continuar esse trabalho.

Nos vemos no próximo artigo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Baqui & Byte