Método exclusivo para acabar com as dívidas definitivamente.

Quando as despesas são sempre maiores que a receita!

Sending
User Review
5 (1 vote)

O que fazer quando as despesas são sempre maiores que a receita? Será que existe solução para esse tipo de falta de dinheiro? A resposta para este aparente enigma é o assunto deste post.

O número no peito

Foi em novembro de 2015 que eu conheci esta expressão, “o número no peito”. Ela me foi apresentada pelo empresário Carlos Wizzard, durante sua palestra em um evento de empreendedorismo que eu participei.

Em sua apresentação ele nos introduziu à ideia de que cada um de nós possuía um número no peito. E que esse número representava a quantidade de dinheiro com a qual nos sentimos confortáveis. Acima desse valor, dizia ele, nós não chegamos se não tomarmos providências para tal.

O limite invisível

A sensação de familiaridade, de pertencimento me tomou no momento em que eu ouvi essa ideia pela primeira vez. Muitas vezes eu ganhei bastante dinheiro, mas nunca o dinheiro continuava comigo. Era como se, quando a quantidade de dinheiro que eu ganhava superava um determinado valor, eu desse um jeito de me livrar do “excedente”.

Mais tarde, naquele mesmo evento, na palestra de outro grande empresário, Flávio Augusto da Silva, eu ouvi outra ideia interessante. Era a ideia de que o “dinheiro nunca sobra”.

Pague a si mesmo primeiro

Ambos empresários bilionários, trataram de tentar implantar em nossas mentes a idea de nos pagarmos primeiro. Diziam, cada um da sua forma, que a única maneira de enriquecer era acumulando ativos.

Me perdoem os contadores, mas para fins de simplificação neste texto ativos serão entendidos por bens que geram dinheiro. Enquanto passivos serão os bens que nos tomam dinheiro.

O Carlos e o Flávio, buscaram nos explicar que, se aguardarmos o dinheiro sobrar para começar a adquirir ativos (fazer investimentos), jamais alcançaríamos a riqueza. Afinal, se não acumulamos ativos ao longo da vida, acumulamos passivos, que ao invés de nos dar dinheiro, nos tomam dinheiro cada vez mais rápido.

Por isso eles falavam, assim que vocês colocarem as mãos no dinheiro, separem imediatamente um percentual para a reserva financeira. Porque se deixar para investir depois de pagar e comprar tudo que vocês acreditam que precisam, não vai sobrar e vocês nunca irão enriquecer.

É fato que as palavras exatas não foram estas. Estas palavras representam tão somente o meu atual entendimento sobre o assunto.

Despesas maiores que a receita

O que eu só fui perceber depois de alguns anos ruminando aquelas palestras foi o seguinte: despesas são maiores do que a receita para quem acumula passivos ao invés de ativos.

Lembra quando os palestrantes disseram para investir em primeiro lugar? Pois bem, investir significa exatamente acumular um ativo, que vai gerar renda para você ao longo do tempo. Já os passivos, são os bens onde normalmente “investimos” todo o dinheiro que ganhamos.

Por não aprendermos isso na escola, nem mesmo nas faculdades da vida, continuamos perpetuando o comportamento mais distrutivo para o nosso futuro financeiro. Acumulamos passivos acreditando que estamos fazendo a coisa certa. E quando a conta a falta de dinheiro chega, não entendemos o que foi que deu errado.

Conclusão

De maneira simplista, para resolver o problema das despesas serem maiores do que a receita, basta que você pare de acumular passivos e passe a acumular ativos.

Talvez essa ideia pareça distante demais da sua realidade agora. Mas eu garanto a você que ela está ao alcance de todos. Entretando, nem todos estão dispostos a fazer as mudanças necessárias para tal.

Visando ajudar aos mais corajosos e desejosos de sucesso financeiro, ou simplismente a tranquilidade financeira eu criei uma apresentação sobre o tema.

Nesta apresentação eu abordo o assunto de forma muito mais completa. Justamente para esclarecer pontos que em um texto possa acabar sendo mal interpretados.

Se você quiser assistir a esta apresentação, basta clicar no vídeo abaixo.

Caso você queira o mapa mental da apresentação basta clicar neste link. Lembrando que o arquivo PDF que você irá baixar com este link está protegido por senha. Para descobrir a senha, basta assistir à apresentação acima. Uma pegadinha para aqueles os curiosos que não desejam se esforçar para resolver seus próprios desafios.

Por último não deixe de comentar aqui abaixo o que você achou do artigo e/ou da apresentação. Ou deixar aquela dúvida que ambos não conseguiram esclarecer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Baqui & Byte