Youtube

Pague a Você Primeiro! Siga esse conselho enquanto há tempo!

Sending
User Review
0 (0 votes)

Eu ignorei esse conselho acreditando que não era possível pagar primeiro a mim, depois às minhas dívidas e o resultado foi catastrófico.

Fiquei devendo dezenas de vezes mais do que eu era capaz de pagar.

Mas se eu estava seguindo as recomendações dos especialistas, o que deu errado?

Se conselho fosse bom…

Eu seguia a risca o que os especialistas em finanças recomendavam: “o melhor investimento é pagar dívida!”

Acontece que seguir essa recomendação durante anos, só me fez dever cada vez mais e isso tem uma explicação.

Não é culpa deles

A culpa não é dos especialistas e nem estou dizendo que o conselho deles não faz sentido.

Afinal eu não teria seguido durante tantos anos um conselho que eu achasse absurdo, concorda?

Acontece que existe um lado do problema que não entra na conta, quando se divulga esse tipo de conselho.

Esse lado é o modelo mental de dinheiro que a pessoa possui.

O que é modelo mental de dinheiro?

Cada um de nós conhece o mundo sob um ponto de vista único e exclusivo.

Até mesmo irmãos siameses, que passam a vida inteira juntos, mostram diferenças entre o que entenderam sobre os acontecimento ao redor deles.

Não se pode pensar que uma pessoa estudiosa sobre finanças, perceba o mundo da mesma forma de uma pessoa que nunca deu atenção para o dinheiro.

É de se esperar que alguém que estuda economia, tenha uma visão sobre o dinheiro totalmente diferente da maioria da população.

Eu chamo isso de síndrome do especialista. A pessoa dá conselhos como se todos ao seu redor, percebessem o mundo, da mesma forma que ela.

Isso é um erro comum e dificilmente alguém que não seja especializado em comportamento humano, vai perceber essa falha.

Conselho Errado

“Pagar as dívidas antes de investir!”

Mas o que acontece quando alguém que percebe o mundo de forma diferente da nossa, nos dá um conselho?

Ela está levando em consideração que teremos o mesmo entendimento que ela.

E se fosse assim, teríamos o resultado que ela pretendia que tivéssemos, quando nos aconselhou.

Porém, geralmente a pessoa que ouve o conselho, não entende o mundo da mesma forma do especialista e aí é que mora o problema.

Não é que o especialista tenha me dado um conselho errado, eu é que não tinha condições de tirar proveito do que ele falou.

Isso pelo simples fato deu não perceber o mundo da mesma forma que ele.

Conselho Certo

“Pague a você primeiro!”

Esse conselho eu não seguia, pois acreditava que não era para mim.

Esse conselho diz que, quando recebemos qualquer dinheiro, antes de pagarmos qualquer coisa, devemos investir parte desse dinheiro em uma reserva financeira.

Por que eu não seguia?

Primeiro, porque ele falava justamente o contrário do que os especialistas em finanças estava dizendo.

Segundo que dava muito mais trabalho, ter que me virar para diminuir despesas, para meu orçamento caber no dinheiro que sobrava.

Terceiro porque eu não queria ficar pagando fortunas de juros nas dívidas, enquanto o dinheiro da reserva rendia quase nada.

Então eu acreditava que primeiro teria que terminar as dívidas para começar a juntar dinheiro.

Porém, como eu descobri com décadas de dificuldades financeiras, se você não começa a formar reserva, você NUNCA termina com as dívidas!

Se interessou?

Caso você tenha curiosidade em saber como essa história terminou.

Ou queira usar a minha experiência para acabar com as suas próprias dívidas.

Eu criei um ebook gratuito para contar as minhas descobertas que você pode obter no link abaixo.

>> Clique Aqui para obter Descontos de até 92% para pagamento das Suas Dívidas <<

Assine também o meu canal do Youtube e mantenha-se em dia com as minhas publicações sobre como acabar com o endividamento.

>> Clique aqui para se inscrever no meu canal do Youtube <<

Desejo que a leitura te ajude na solução de sua dívida antes que você perca o controle sobre ela.

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Grandes Conquistas