Artigos

O milagre da multiplicação das dívidas!

Sending
User Review
5 (4 votes)

Eu já fui chamado de mentiroso e irresponsável por falar o que eu vou revelar nesse artigo. Mas se depois de ler isso você decidir continuar a fazer o mesmo, eu vou lavar as minhas mãos. Pois continuar fazendo o mesmo, vai te fazer conseguir uma multiplicação das dívidas.

Existe um comportamento, mais do que qualquer outro, que faz a sua dívida crescer descontroladamente. E é sobre esse comportamento que eu vou falar extensivamente nesse artigo. Inclusive eu vou te contar como evitar cair nessa armadilha.

Mas antes de entrar no tema específico desse artigo, eu preciso te fazer um alerta importante. Você não vai concordar de imediato com o que você vai ler aqui. Talvez você me considere louco, um fanfarrão, alguém que apenas quer se promover através da controvérsia.

Eu sei disso porque já ouvi insultos e diversos julgamentos como estes. Também já recebi comentários de pessoas que concordam com o que eu vou falar aqui. Então você irá questionar se eu sou digno da sua atenção e confiança ou não. Só te faço esse aviso, para você tomar essa decisão baseada nas provas e não nas suas emoções, pois elas irão te enganar, com certeza.

Então prepare-se para ter as suas verdades sobre as suas dívidas totalmente viradas de cabeça para baixo e não diga depois que eu não avisei.

Quem sou eu para falar isso?

Resumindo a minha história, eu trabalhava como técnico autônomo de manutenção de computadores até o final de 2007. Nessa época eu conheci um empresário interessado em me contratar para um projeto de desenvolvimento de software (minha paixão e maior habilidade na época).

Ao embarcar nesse projeto tive aumentos sucessivos na minha renda ao longo de 8 anos. Me tornei sócio da empresa em 2012 e saí da empresa em 2016. Quando eu vendi a minha participação na empresa, eu ganhava cerca de 17 vezes mais do que minha renda mensal em 2007.

Porém mesmo com esse aumento expressivo de renda, o meu endividamento fugiu ao meu controle e eu fali como pessoa. Perdi a minha fonte de renda, meu crédito, minha saúde e quase a minha vida nesse processo.

Me retirei para descobrir o que havia de errado comigo, que mesmo ganhando cada vez mais dinheiro, não conseguia parar de dever. Descobri o que eu fazia de errado e como reverter aquele quadro.

Criei um método a partir das minhas descobertas e hoje assumi a missão de ajudar aos endividados a descobrirem as reais causas das suas dívidas e a saírem da condição de endividados, através da minha metodologia.

O maior erro que eu cometia

Em certo ponto da minha jornada, eu comecei a perceber que eu tinha comportamentos totalmente irracionais em relação à dinheiro. Mas o mais incrível é que, nos momentos em que eu estava tomando as decisões, eu acreditava totalmente que estava agindo de acordo com a lógica. Mas na verdade havia em mim, uma programação para tomar decisões ruins para a minha vida financeira.

Eu não vou entrar em detalhes aqui sobre como isso aconteceu. Também não vou explicar como eu saí dessa condição, pois eu escrevi 2 livros e criei vários treinamentos online para explicar isso. Mas o fato é que era assim que acontecia comigo e eu vou te mostrar provas disso agora.

Imagine agora que você acorda de manhã, se sente mal porque está ficando sem dinheiro e o seu crédito está acabando. As contas da sua casa estão para vencer e você só receberá dinheiro novamente daqui uns 20 dias. O que você faria nessa situação?

Eu posso te dizer o que eu fazia: cometia loucuras, acreditando que estava tomando a melhor decisão que eu podia. Abaixo eu te mostro um exemplo de uma dessas loucuras:

Renegociação - exemplo - multiplicação das dívidas

Na imagem acima você pode notar que eu tinha uma dívida de R$10.438,32 que se transformou imediatamente em uma dívida de R$33.076,44. Foram 316,88% de aumento instantaneamente! Agora, atire a primeira pedra se você nunca fez isso!

Alerta máximo

Eu estou cansado de falar que renegociar dívidas, trocar dívidas caras por dívidas baratas, ou qualquer outra forma de reduzir o impacto das dívidas nas suas finanças, só resulta nisso, em uma dívida MUITO MAIOR!

Só que eu nunca tinha me dado o trabalho de mostrar as provas do que eu estou falando. Por isso, algumas pessoas me julgavam, sem ao menos entender o que eu estava falando.

Cá entre nós, não é nada racional trocar uma dívida de R$10.000 por uma de R$33.000, é? Então porque eu fiz isso e porque a maioria das pessoas quando se sentem sem saída fazem isso? A resposta é, o seu subconsciente está programado para fazer isso!

Ele está programado para tomar essa decisão ruim e para te fazer acreditar que essa é a única saída, que você não tem outra alternativa, que ou você faz isso ou vai “arder no fogo do inferno”, etc..

Quem lucra com isso?

Os bancos adoram quando você entra em contato para negociar. Não há nenhuma outra atividade bancária que renda mais dinheiro do que a renegociação. Assim como não há nenhuma outra atitude que faça a sua dívida crescer tão rápido, inclusive deixar de pagar.

É nessa hora que eu corro o risco de ser processado, de ser xingado e de me chamarem de irresponsável. Mas vamos lá: nem se você deixar de pagar a sua dívida completamente, ela vai crescer tão rápido, quanto se você negociar essa dívida.

Eu não vou fazer as contas aqui para te provar isso. Peça a algum amigo seu que não esteja emocionalmente envolvido para fazer as contas e ele vai confirmar o que eu estou falando. Agora o que o seu amigo não vai levar em consideração, é a única coisa que pode fazer a sua dívida diminuir com o tempo, mesmo quando você para de pagar.

No vídeo acima eu explico o motivo que leva os seus credores a diminuírem as suas dívidas. Mas não basta você simplesmente parar de pagar para que isso aconteça. Você precisa saber como agir com os credores, para que eles comecem a te propor descontos.

Eu criei alguns livros digitais e treinamentos online para, entre outras coisas, ensinar uma metodologia para fazer isso. Um desses livros você pode baixar gratuitamente no link abaixo.

>> Clique Aqui para obter Descontos de até 92% para pagamento das Suas Dívidas <<

Agora, eu queria muito saber a sua opinião sobre o que eu escrevi aqui e você pode falar com sinceridade. Acredite, eu já ouvi de tudo. A única coisa que eu espero é que você tome partido a respeito do que eu te contei aqui.

Ou você acredita que renegociar é a PIOR OPÇÃO. Ou você simplesmente me chama de maluco e continua com a sua vida como está. A opção é sua e nem eu nem ninguém tem o direito de questioná-la, lembre-se disso.

Se achar que valeu à pena ler, compartilha nas suas redes sociais. Assim você me ajuda a cumprir a minha missão de ajudar os endividados do nosso país a dar a volta por cima, ok? Um abraço e até o próximo artigo.

4 Comments

  1. Adorei ler seu livro,acho que foi uma luz no final do tunel,pena que não li antes de renegociar com o banco,mas vou por em pratica,sei que não será fácil,mas vou conseguir.obrigada

    1. Obrigado pelo feedback sobre o livro, Vera! Estarei torcendo por você! No meu outro livro, o Mentalidade Credora, eu mostro um passo a passo de como colocar em prática um plano para obtenção de descontos de até 92% para pagamento das suas dívidas. Isso pode reduzir drasticamente o prejuízo que você teve ao renegociar sua dívida com o banco. Você pode adquirir esse livro com garantia total de satisfação ou o seu dinheiro de volta no nesse link. Se tiver dúvidas, basta me escrever, ok? Um abraço.

  2. Boa tarde!
    Acredito sim no que esta falando,isso acontece com a maioria de nos brasileiros,mas gostaria de saber mais a respeito,pois muitas vezes achamos que a melhor saida e a renegociação ou fazer acordos que triplicam o valor da dívida.
    Muito boa a matéria, que nos leva a uma reflexão,sobre os cuidados que precisamos ter para não ficarmos em deficit pessoal.

    1. Pois é Marcia. Os bancos gastam fortunas em propaganda para manter essa ideia na nossa mente, de que a negociação é o melhor caminho. Mas na verdade sabemos bem quem se beneficia das vezes que negociamos as dívidas, não é mesmo? Se você quiser se aprofundar, inscreva-se neste endereço https://ge21.com.br/?src=fp-post757c
      Lá você encontrará algumas respostas para as dúvidas mais comuns e formas de sair da situação de endividamento crônico, da maneira mais simples, rápida e barata possível. Obrigado por seu comentário. Um abraço…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Grandes Conquistas