Youtube

As ideias que te ajudam a formar dívidas!

Sending
User Review
5 (1 vote)

>> Clique Aqui para obter Descontos de até 92% para pagamento das Suas Dívidas <<

Transcrição:

Você faz a comparação assim:
“Olha, a minha renda é X e o extrato do cartão de crédito ainda nem chegou a X.”
“Quando estiver chegando a X eu vou e paro de gastar.”
“Ah! Agora eu não posso mais gastar!”
Só que esse valor já “estoporou” totalmente o nosso orçamento.
Porque a gente perde a ideia de que, além de pagar o crédito.
A gente tem que comprar comida para a casa.
Alguma emergência que aconteça durante o mês e por aí vai.
As minhas despesas por exemplo eram assim:
Despesas médicas, carro que quebrou, não era comprar.
Comprar, eu comprava assim: comida, as coisas de mercado.
Mas as despesas maiores eram as despesas emergenciais.
E por incrível que pareça, depois fazendo uma autoanálise.
Eram coisas que eu poderia fazer assim: postergar aquele gasto.
Por exemplo, o carro está ficando com o pneu careca.
Tudo bem, está ficando com o pneu careca, daqui 3 meses eu vou ter que trocar.
Começa a juntar dinheiro agora.
Não! É muito mais fácil esperar chegar no momento, lançar mão do crédito.
E aí você gastou um dinheiro que você ainda não ganhou.
E aí é aquela situação.
Você começa a avaliar a sua vida, o custo de vida, como se você não tivesse dívidas.
É muito engraçado isso.
“Ah! Não! As minhas dívidas somam aqui R$3000, eu ganho R$5000, então está tudo bem!”
Só que você esquece de contar com o R$3000 que você está devendo de cartão de crédito, cheque especial.
E a mente ela faz isso.
Ela engana a gente, o inconsciente engana a gente.
Porque? Por causa do sistema de crenças e valores.
A ideia de que, por exemplo:
“Juntar dinheiro não faz sentido!”
“Dinheiro na poupança não renda nada, né?!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido por Grandes Conquistas